MOBILIDADE SP: Por unanimidade, vereadores votam a favor de estudos prévios à retirada de ciclovias

Na semana passada, o Prefeito João Doria anunciou que pretende retirar diversas estruturas cicloviárias da capital paulista. 
SP: Por unanimidade, vereadores votam a favor de estudos prévios à retirada de ciclovias
FONTE :
 Bike é Legal
Segundo a gestão, a ideia seria substituir ciclovias e ciclofaixas por ciclorrotas – estruturas não segregadas dos modais motorizados, delimitadas apenas por uma sinalização vertical e por vezes no asfalto -. O motivo, segundo a atual gestão, seria a má qualidade ou ineficiência das estruturas.
O anuncio foi recebido com preocupação pela comunidade ciclística. Para os cicloativistas, o que falta é conexão das estruturas e respeito, e a retirada de ciclovias e ciclofaixas já existentes significa um retrocesso.
Vereador da Câmara de São Paulo, José Police Neto entrou com um requerimento à presidência do órgão, pedindo informações que justifiquem e esclareçam as ações pretendidas. O documento aprovado por unanimidade entre os vereadores que compõem a Comissão de Política Urbana e meio Ambiente da capital pede uma “discriminação individual e de forma georeferenciada às transformações” relativas a eliminação de ciclovias, ciclofaixas e ciclorrotas já existentes.
Além disso, o documento requer informações sobre a construção de novas estruturas cicloviárias com estimativas de custos e previsão de entrega, também de forma individual para cada estrutura.
Police também pede que a retirada das estruturas existentes seja suspensa até a entrega dos dados solicitados, e que um debate seja feito com o Conselho Municipal de Mobilidade e a sociedade civil para que o assunto tenha participação dos envolvidos e interessados. A Secretaria de Transportes terá que responder as questões do requerimento, mas pode decidir entre suspender as mudanças até a entrega dos dados ou não.
Espera-se que o documento em resposta ao requerimento do vereador tenha idoneidade e seriedade nos estudos, levando em conta a falta de conexão de algumas estruturas como um dos principais pontos para sua possível ineficiência.

Nenhum comentário:

Postar um comentário