28 dezembro 2016

Vírus reduz produção de camarão no CE

Piauí produz mais de 12 mil camarões por ano (Foto: Reprodução/TV Clube)
Está faltando camarão no Ceará. Com isso, muitos restaurantes que tinham o crustáceo como carro-chefe do cardápio estão procurando outras alternativas para satisfazer a clientela. A dificuldade de encontrar o produto se deve à infestação dos viveiros por um vírus conhecido como mancha branca que não faz ao ser humano, mas leva os crustáceos à morte, com a calcificação da carapaça. Uma vez infectado, a morte é rápida.
Os donos de restaurantes reclamam da dificuldade em encontrar o alimento e da elevação nos preços, que chega a 80% quando comparada ao ano passado. Além dos valores mais altos, os empresários afirmam que está difícil de encontrar no volume necessário. Os compradores alertam que não há quantidade suficiente para atender a demanda. Com a infestação, que também atingiu os viveiros do Rio Grande do Norte, a queda na produção chega a 70%, de acordo com os produtores.
Ingrediente presente em 70% dos pratos servidos no restaurante Budega do Poço, no Bairro Varjota, em Fortaleza, o camarão está com tamanho menor e preço mais alto. "Nós estamos tendo que nos reinventar. Para nós, a crise econômica pela qual está passando o país foi multiplicada por 10 por causa da escassez da nossa principal matéria-prima", relata Thiago Gomes Ferreira, gerente do restaurante.
FONTE : G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens populares

MAIS LIDA

Postagens populares