26 novembro 2016

Segurança pública é reforçada para o fim do ano

As ações ostensivas e de repressão à criminalidade serão realizadas em viaturas, bicicletas e motocicletas. 

Ruas do Centro de Fortaleza estão com reforço de 333 agentes da segurança pública até 6 janeiro do próximo ano. O efetivo deve inibir furtos e roubos aos consumidores durante as compras de Natal e Ano Novo. A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) também aumentou o policiamento em pontos turísticos do Estado.

Conforme a Câmara de Dirigentes Lojistas de Fortaleza (CDL), a projeção é de que o fluxo de clientes cresça nas próximas semanas. “Sabemos que, diariamente, frequentam o Centro 350 mil pessoas. Nas grandes datas, como o Natal, esse número chega a 600 mil pessoas”, informou o empresário Assis Cavalcante, diretor da CDL.

Além de policiais militares e civis, agentes da Guarda Municipal (GMF) e bombeiros darão apoio à operação Centro Seguro. De acordo com o coronel Teófilo Gomes, comandante da 1ª Cia. do 5º BPM, que atende o Centro, o plano prevê policiais nos principais corredores comerciais. As ações ostensivas e de repressão à criminalidade serão realizadas em viaturas, bicicletas e motocicletas. “Nossas estratégia é ocupar todas as praças, com excelência maior nas que possuem terminais de ônibus e metrô, além de reforço nos principais corredores comerciais”, explicou o coronel.

Segundo o secretário-adjunto da SSPDS, coronel Lauro Prado, a parceria com os lojistas definiu o plano de ações dos militares, que atende o horário de funcionamento e o reabastecimento do estoque das empresas. “O maior objetivo é garantir a sensação de segurança, sem prejuízo das demais áreas. Utilizamos as horas extras remuneradas e o pessoal do efetivo burocrático (para o reforço)”, explicou Prado.

Turismo

A operação nos pontos turísticos deve se estender até 31 de janeiro, incluindo o período de Natal, Réveillon e Pré-Carnaval. O reforço será de 487 policiais, sendo 272 em pontos turísticos de Fortaleza, 75 na Região Metropolitana da Capital e 140 no Interior. A Polícia Civil atuará com 62 agentes e o Corpo de Bombeiros com 52 pessoas distribuídos na orla.

FONTE : O POVO

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens populares

MAIS LIDA

Postagens populares