Wesley Safadão não é gerenciado por empresa alvo da Polícia Federal




De acordo com a assessoria do cantor, Wesley Safadão é gerenciado pela Luan Promoções, situada em Pernambuco (Foto: Divulgação)
A assessoria de imprensa do cantor Wesley Safadão nega que o artista seja gerenciado pela empresa AudioMix, em Goiânia, alvo da Polícia Federal (PF) na manhã desta terça-feira, 20. Conforme a Agência Estado, a PF cumpriu um mandado de busca e apreensão na empresa. Ação é parte da operação Maus Caminhos, da PF do Amazonas, que visa desarticular uma organização criminosa que teria desviado cerca de R$ 112 milhões do Fundo Estadual de Saúde do Amazonas.

"Wesley Safadão é gerenciado unicamente pela Luan Promoções, situada em Recife", diz nota da assessoria. "O cantor não faz parte do casting da AudioMix. Somos contratados por eles para nos apresentarmos em seus festivais, assim como tantos outros artistas. Eles representam o cantor em uma região e não tem exclusividade". 
A Agência Estado informou ainda que a casa do dono da empresa, Marcos Araújo, também foi alvo de busca. Segundo a PF, a AudioMix era utilizada pelo alvo principal do esquema desarticulado pela Maus Caminhos, o empresário Mohamad Mustafa, para lavar dinheiro oriundo dos desvios milionários da área de Saúde do Amazonas.
FONTE : Redação O POVO Online

Nenhum comentário:

Postar um comentário