19 setembro 2016

Suspeito é detido por explosão em NY

Autoridades americanas prenderam Ahmad Khan Rahami, o principal suspeito de realizar um ataque a bomba em Nova York no fim de semana. Ele foi capturado após atirar em um policial na cidade de Linden, em New Jersey, segundo órgãos de imprensa dos Estados Unidos.
Investigadores trabajando en la zona de la explosión.
Uma foto do suspeito sendo transportado em uma maca foi divulgada nas redes sociais na internet.
Linden, o local da prisão, fica perto da cidade de Elizabeth, onde mais artefatos explosivos foram achados no domingo.
FONTE : BBC-BRASIL
Rahami, de 28 anos, é um cidadão americano de origem afegã. No fim de semana, ele havia sido apontado pelo FBI (polícia federal americana) como o principal suspeito de plantar a bomba que deixou 29 pessoas feridas no sábado à noite em Nova York.
Além da bomba detonada em Chelsea, um bairro de Manhattan, outros dois ataques foram registrados nos Estados Unidos: no sábado, uma bomba improvisada foi detonada em uma pequena localidade costeira de Nova Jersey e um homem esfaqueou nove pessoas em um shopping center em Minnesota - sendo morto em seguida por um policial de folga.
Nas primeiras horas desta segunda-feira, outro artefato explodiu quando estava sendo analisada por um robô antibomba na cidade de Elizabeth.
Os ataques ocorreram apenas poucos dias depois que o país recordou os atentados de 11 de setembro de 2001.
O presidente Barack Obama disse que as investigações sobre os atentados em Nova York e New Jersey estão se desenrolando rapidamente e pediu que quem tiver informações sobre os casos se apresente às autoridades.
Embora a polícia investigue uma eventual conexão entre as bombas e o ataque a faca em Minnesota, Obama disse que não há uma ligação aparente entre os casos.
O grupo autodenominado Estado Islâmico disse que o ataque em Minnesota foi realizado por um de seus "soldados", mas não está claro se a motivação por trás das outras bombas seria terrorismo.
O autor do ataque a faca, um homem de origem somali, segundo agências de notícias, foi morto por um policial que estava de folga.
Obama disse também que os Estados Unidos continuarão atacando os líderes e a infraestrutura do autoproclamado Estado Islâmico e elogiou os cidadãos de Nova York e New Jersey, que "são duros e resilientes para voltar ao trabalho todos os dias" apesar dos ataques.

Atentado 'intencional'

O ataque em Nova York foi na rua 23, perto da esquina com a Sexta Avenida, no bairro de Chelsea. A explosão ocorreu às 8h30 da noite do sábado.
Descrita como "ensurdecedora", a explosão destruiu as janelas de um edifício próximo e os vidros de um veículo, e deixou uma pessoa ferida gravemente.
Mas o Corpo de Bombeiros da cidade informou que, até o meio-dia do domingo, todos os feridos haviam recebido alta do hospital.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens populares

MAIS LIDA

Postagens populares