BICICLETÁRIO EM FORTALEZA-CE : Estação com 50 bicicletas é instalada em Terminal


Usuários do transporte público agora podem contar com uma alternativa de integração no Terminal do Papicu de forma gratuita. A Prefeitura de Fortaleza entregou, na manhã de ontem, mais uma estação do Bicicleta Integrada. Ao todo, o equipamento possui 50 bicicletas. A nova estação tem o copatrocínio da Universidade de Fortaleza (Unifor) e da Indaiá. A primeira estação deste tipo foi implantada no Terminal da Parangaba, em junho deste ano.
O Terminal do Papicu foi escolhido por ser o de maior fluxo de passageiros e, portanto, agora pode oferecer mais uma alternativa de transporte sustentável.
FONTE : DIÁRIO DO NORDESTE
 
Por dia, passam por lá mais de 271 mil pessoas, em cerca de 524 ônibus distribuídos em 54 linhas. O projeto prevê implantação do sistema em outros terminais posteriormente.
A reitora da Unifor, professora Fátima Veras, explica que, ao patrocinar o Bicicleta Integrada no Terminal do Papicu, a Universidade contribui para a melhoria da mobilidade urbana em Fortaleza. "Além de ser atividade saudável, andar de bicicleta estimula e fortalece a cidadania e contribui para o uso racional de automóveis, reduzindo engarrafamentos e emissão de CO2", salienta Veras.
Para a gerente nacional de marketing da Indaiá, Camila Coutinho, o projeto tem sinergia com a proposta da empresa. "A bicicleta é um veículo sustentável que não polui o Meio Ambiente e proporciona um estilo de vida mais saudável. Além de ser uma alternativa para reduzir o trânsito das grandes cidades, promove a atividade física e isso gera bem-estar e agrega qualidade de vida na rotina das pessoas. É com muito entusiasmo que a Indaiá participa do Bicicleta Integrada, um projeto com visão de futuro e com grande potencial transformador na vida das pessoas", aposta a gerente de marketing da Indaiá.Intermodalidade                                                         O secretário municipal de Conservação e Serviços Públicos, Luiz Alberto Sabóia, explica que o novo sistema Bicicleta Integrada fortalece a intermodalidade com o transporte público, tornando o modo cicloviário cada vez mais parte dos deslocamentos diários da Capital. "Fortaleza tem evoluído rapidamente no que diz respeito à meta de tornar a bicicleta efetivamente uma alternativa de transporte para o fortalezense. O novo sistema só vem a fortalecer essa tendência e atende a uma demanda específica dos usuários que integram o uso de ônibus com o cicloviário e que necessitam passar um período de tempo maior com a bicicleta", afirma Luiz.Com regras distintas do sistema Bicicletar, a utilização das Bicicletas Integradas é gratuita, bastando que o usuário realize cadastro presencial no Posto de Cadastramento dos Terminais da Parangaba e Papicu, onde são feitas as adesões ao Bilhete Único de Fortaleza, de forma que também não há taxa para a utilização do sistema.
O cadastro é gratuito e pode ser feito no próprio Terminal, bastando que o usuário tenha 18 anos e apresente as originais e cópias do RG, CPF, comprovante de endereço e Bilhete Único, além de número de telefone celular válido e pessoal.
O sistema é operado pela empresa Serttel, que foi a vencedora da seleção pública finalizada em março deste ano, sendo também responsável por dar manutenção técnica nos equipamentos. Assim como já acontece com o sistema Bicicletar, a gestão pública municipal não tem gasto financeiro, firmando parcerias com empresas privadas. O objetivo é buscar integrar ainda mais a bicicleta ao transporte público.
Além da estação do Bicicleta Integrada no Terminal do Papicu, mais 15 paraciclos serão instalados próximos à Unifor, correspondendo a 30 vagas para bicicletas, atendendo às demandas da população em geral. Em breve, os equipamentos estarão distribuídos da seguinte forma: cinco em frente à Unifor, na Avenida Washington Soares, próximo ao cruzamento com a Avenida Dr. Valmir Ponte; mais cinco na praça localizada também na Avenida Dr. Valmir Ponte, em frente ao Núcleo de Atenção Médica Integrada (Nami); e outros cinco próximos à passarela para pedestres na calçada em frente à Universidade, no sentido Messejana-Centro.
Como funciona
Novo sistema funciona todos os dias da semana, sempre das 5h às 23h59 para retirada das bicicletas, e 24 horas (tempo integral) para devolução das bicicletas
O tempo de posse que o usuário tem direito à bicicleta é de 14 horas, possibilitando que faça, por exemplo, o pernoite com a bicicleta ou permaneça no local de trabalho e a devolva após o expediente
O usuário pode retirar a bicicleta via Bilhete Único, por meio do autoatendimento, ligando para 4003-0386 ou pelo aplicativo Bicicleta Integrada, disponível gratuitamente para iOS e Android

Nenhum comentário:

Postar um comentário