Arábia Saudita terá maior arranha-céu do mundo: 1 km de altura

O edifício terá 200 andares com escritórios, um hotel e apartamentos

Jeddah Kingdom Tower
O título do prédio mais alto do mundo, que pertence ao Burj Khalifa, de Dubai, está prestes a mudar de dono. Com um quilômetro de altura, o Jeddah Tower, na Arábia Saudita, será o mais alto arranha-céu no mundo quando ficar pronto. Um fundo conjunto de 2,2 bilhões de dólares (8,5 bilhões de reais) foi efetivado para reformar a atual Jeddah Tower, que atualmente tem 26 andares, e transformá-la em uma torre de 200 andares até 2020.
O novo empreendimento, localizado na segunda maior cidade da Arábia Saudita, Jeddah, vai acomodar o observatório mais alto do mundo em uma área bruta de construção de 245.000 metros quadrados. O futuro edifício, de uso misto, comportará escritórios, um hotel Four Seasons com 200 quartos, 121 flats e 360 apartamentos residenciais. Cada um dos três lados da torre apresentará uma série de entalhes que criarão partes sombreadas para proteger o edifício do sol e abrigarão terraços com vista para toda a cidade e o Mar Vermelho.
No último domingo, um comunicado oficial do governo da Arábia Saudita informou que a companhia imobiliária Jeddah Economic Company, proprietária e desenvolvedora do Jeddah Economic City, e o banco Alinma Investment firmaram o acordo financeiro de 2,2 bilhões de dólares para construir o altíssimo prédio.
"Com este acordo, vamos alcançar novas e ainda inéditas evoluções no desenvolvimento imobiliário", disse Mounib Hammoud, diretor executivo da Jeddah Economic Company. "Vamos cumprir o objetivo da empresa de criar um centro urbano de Primeiro Mundo que ofereça um estilo de vida avançado, para que Jeddah possa ter um novo marco, que atrairá pessoas de todas as esferas sociais, com serviços completos e uma infinidade de usos".
Atual detentor do título de arranha-céu mais alto do mundo, o Burj Khalifa tem 828 metros de altura e 163 andares. O prédio faz parte de uma complexo comercial e residencial de dois quilômetros quadrados e o orçamento total do seu projeto girou em torno de 1,5 bilhão de dólares (5,8 bilhões de reais).
Fonte:Revista Veja

Nenhum comentário:

Postar um comentário