28 outubro 2015

Universitário cearense cria aplicativo para facilitar estudo do Vade Mecum

Servindo como uma espécie de manual do Direito, os estudantes da área têm como companhia fiel durante toda a graduação o compêndio

Pensando no esforço físico, custo e ainda no tamanho da fonte utilizada no livro, o estudante cearense do 6º semestre deDireito da Unifor, Matteo Basso Filho, 19, teve a ideia de transformar o Vade Mecum em um aplicativo de áudio.
Servindo como uma espécie de manual do Direito, os estudantes da área têm como companhia fiel durante toda a graduação o compêndio, que traz o texto da Constituição, além de leis e códigos gerais, chegando a ter 2 mil páginas e custando em média R$ 200.
Porém, por fatores diversos, que vão de custo, esforço para carregar, falta de tempo, ao tamanho da fonte utilizada, o acesso ao livro nem sempre é fácil. Pensando nisso, o cearense criou um aplicativo que reúne todo o conteúdo do Vade Mecum em áudio, com objetivo de facilitar o estudo.
Matteo explica que observou o quanto poderia ser útil, não só para alunos de Direito, mas também para quem se dedica a estudar para concursos, a memorização das leis e códigos através de áudio. “Quem estuda para concurso precisa decorar letra por letra, e uma das formas de memorizar pode ser escutando. Quando você escuta uma música diversas vezes, por exemplo, acaba decorando sem perceber”, comenta.
Trabalho manual
O aplicativo foi criado em agosto desse ano, depois de um mês estudando a ideia. De acordo com o estudante, o processo foi desenvolvido primeiro através da plataforma de um site e depois com um trabalho manual, colocando artigo por artigo. “Levou em torno de 20 dias para ficar pronto, virei noites por duas semanas seguidas para terminar”, conta.
Nos dois primeiros meses, o programa foi disponibilizado gratuitamente. Agora, o custo para ter acesso é de R$ 2,50. Matteo explica ainda que já foram realizadas atualizações no software, com inclusão de leis e conteúdos mais específicos para alguns concursos.

O número de downloads já passou de dois mil, antes mesmo de o estudante divulgar a criação. Matteo revela que “não esperava atingir tantas pessoas”, já que apenas alguns amigos, cerca de 15 pessoas, foram informadas do aplicativo até agora.
Como funciona
O funcionamento do aplicativo é simples, garante o estudante. Ao entrar, o usuário encontra uma lista, separada por leis. Entre os conteúdos há Constituição Federal, Código Civil, Código Penal, Processo Penal, Código Eleitoral, Lei de Licitação, entre outros.
O próximo passo é clicar no ícone, onde aparece a relação de artigos, e ai, é só escutar.
Fonte : Jornal o povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens populares

MAIS LIDA

Postagens populares