ASMA : uma alergia difícil de se curar .

Um terço das pessoas que sofre de asma corre o risco de sofrer um ataque fatal, segundo um estudo do instituto Asma UK, do Reino Unido.

O instituto entrevistou mais de 25 mil pessoas numa pesquisa online sobre a doença. alergia. 
O objectivo dos cientistas era avaliar a gravidade da doença em diferentes pacientes para tentar determinar os riscos de morte associados ao problema no país e, como consequência, aumentar a consciencialização de quem lida com a asma diariamente.
Antes de passar pelo teste, menos de metade dos pacientes reconheciam estar em risco.
Os investigadores avaliam que até 75% das hospitalizações de emergência relacionadas com a asma poderiam ser evitadas caso houvesse uma melhor gestão da doença.
No entanto, a descoberta mais alarmante é que muitos pacientes desconhecem o elevado risco de ataques fatais ao qual estão expostos.
«É extremamente preocupante que muitas pessoas que sofrem de asma não tenham consciência do risco de acabarem por ser internadas num hospital», disse Neil Churchill, do Asma UK.
Mais da metade dos pacientes (55% do total) não acredita estar sob risco sério, embora o estudo revele que 93% poderiam ter um ataque fatal.
A asma é responsável pela morte de três britânicos todos os dias. A cada sete minutos alguém dá entrada no hospital apresentando um ataque potencialmente fatal, segundo o Asma UK.
De maneira geral, o estudo concluiu que os sintomas podem ser diferentes de acordo com cada paciente. Aqueles que foram internados nos últimos seis meses têm mais probabilidades de um ataque grave.
As pessoas que precisam de utilizar inaladores cinco vezes ao dia ou mais ou tomaram medicamentos com base em esteróides nos últimos seis meses também foram classificadas como pacientes de alto risco. FONTE: DIARIO DIGITAL

Nenhum comentário:

Postar um comentário