22 novembro 2013

Barbosa concede prisão domiciliar provisória a Genoino

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa, concedeu nesta quinta-feira (21) prisão domiciliar provisória para que o ex-presidente do PT e deputado federal licenciado José Genoino (SP) possa fazer tratamento médico. Genoino passou mal novamente na Penitenciária da Papuda, em Brasília, nesta quinta e foi transferido para o Instituto de Cardiologia do Distrito Federal (IC-DF), no Hospital das Forças Armadas (HFA). Ele sofre de problemas cardíacos e passou por um procedimento cirúrgico em julho. "O paciente vai permanecer em observação durante esta noite e será reavaliado amanhã (sexta) pela manhã", cita texto do Instituto de Cardiologia divulgado na noite desta quinta.

A decisão de conceder o benefício da prisão domiciliar foi tomada no meio da tarde e, pouco antes, Barbosa havia determinado a realização de mais uma perícia médica em Genoino. O ex-presidente do PT foi condenado a 4 anos e 8 meses de reclusão pelo processo de mensalão (Ação Penal 470) e que cumpre pena em Brasília. Genoino já havia sido submetido a uma perícia médica feita pelo Instituto Médico Legal (IML), que atestou que o deputado tem doença grave e precisa de cuidados específicos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens populares

MAIS LIDA

Postagens populares